Contato: joaoregotk@hotmail.com. (68) 99878418

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Friale prevê friagem com temperatura de até 10 graus neste mês


Se prepare para mais uma forte friagem. De acordo com o meteorologista Davi Friale, uma forte onda de frio com temperaturas entre 10º e 14º graus deverá atingir o Acre no mês maio. O frio será bem mais intenso que o último que atingiu o Acre há cerca de uma semana, segundo o meteorologista. Friale informou que há probabilidade de que o frio chegue ao estado na próxima semana.

“Quanto às temperaturas, deverão ocorrer duas frentes frias que serão caracterizadas como friagens. É quase certo que, neste mês de maio de 2016, pelo menos uma forte onda de frio deverá atingir o Acre, Rondônia e parte do Amazonas, declinando brusca e acentuadamente a temperatura na região. Assim, as temperaturas mínimas do mês poderão oscilar entre 10 e 14ºC, em Rio Branco, Brasileia, Guajará-Mirim, Costa Marques e Vilhena.”

O meteorologista também informou que as chuvas ocorrerão dentro da média do mês de maio em todo Acre, parte do Amazonas e Rondônia.

“Especificamente, com relação às chuvas, deverão ficar situadas entre 80 e 130mm, em Rio Branco, entre e 100 e 170mm, em Tarauacá e Cruzeiro do Sul, e entre 60 e 10mm, em Brasileia e Assis Brasil. Em Rondônia, particularmente, na região de Porto Velho, as chuvas deverão oscilar entre 100 e 150mm. Ou seja, tanto no Acre como em Rondônia, as chuvas, em maio de 2016, estarão situadas dentro da normalidade, podendo ficar um pouco acima ou um pouco abaixo da média.”

Luciano Tavares, da redação ac24horas

Aleac aprova projeto de lei que autoriza governo a doar terras a prefeitura de Tarauacá

A Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) aprovou na sessão desta terça-feira (03) o projeto de Lei N° 47/2016 que autoriza o Poder Executivo a doar terras ao município de Tarauacá. O projeto é de autoria do Executivo e teve como relator o presidente da CCJ, deputado Jenilson Leite (PCdoB).

O projeto foi aprovado por unanimidade e beneficia diretamente os moradores do bairro do Corcovado e Esperança que residem em terras pertencentes ao Estado.

Com as terras sendo doadas ao município, este, por conseguinte, poderá juntamente com o ITERACRE fazer a regularização fundiária dos terrenos para comunidade. Tais medidas trarão vários benefícios aos moradores, entre eles, a possibilidade de financiarem imóveis junto a Caixa Econômica.

O relator destacou a importância da aprovação do Projeto e agradeceu os colegas parlamentares. “Na qualidade de cidadão tarauacaense externo minha gratidão aos meus pares pela aprovação. Os cidadãos de Tarauacá precisam de moradias dignas e, essa referida doação tem por finalidade a regularização fundiária, tornando possível a ocupação ordenada nos espaços urbanos e proporcionando aos moradores direito à moradia, em condições dignas e humanas, além de poderem financiar a casa própria”, ressalta o deputado.

O projeto segue para sanção do governador Sebastião Viana.
Da redação ac24horas

Meu amigo e grande empresário de Tarauacá.


PREFEITURA DE TARAUACÁ - SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


terça-feira, 3 de maio de 2016

TARAUACÁ: A CORRIDA DE MOTOCROSS NO ANIVERSÁRIO DA CIDADE.










MULHER ATEIA FOGO AO PRÓPRIO CORPO POR NÃO ACEITAR FIM DE RELACIONAMENTO

Cléia Lima do Nascimento, 30, ateou fogo no próprio corpo na noite desta segunda-feira (02), no bairro Nova Esperança, em Rio Branco, após o marido dizer que não queria mais a relação.
De acordo com informações de familiares da vítima, ela estaria em crise conjugal e não aceitava a separação. O marido, que não teve o nome revelado, pediu para conversar com a companheira e informou a ela que não estava dando pra continuar com a relação.
Após ouvir do marido o pedido de separação, Cléia pegou uma garrafa de álcool, jogou sobre o corpo e ateou fogo.

A Unidade Móvel de Urgência e Emergência foi acionada. A vítima teve ferimentos profundos e foi conduzida ao Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), para atendimento.
Segundo a equipe do Samu, as queimaduras atingiram a parte do couro cabeludo, o pescoço e os seios.
Fonte: Contilnetnoticias.com

Índia da floresta também é linda.

                Fonte: facebook de Assis Kaxinawá

Professor Raimundo Nonato é pré-candidato a vereador do PSB

Nada mais justo do que o professor Raimundo Nonato seja um pré-candidato a vereador pelo o PSB em Tarauacá. Um jovem trabalhador e formado em Matemática.
Nonato tem um objetivo de seguir a vida pública.

Governo garante R$ 15 milhões para infraestrutura de ramais no Acre


Tião Viana anunciou mais R$ 15 milhões que devem ser aplicados no programa de infraestrutura de ramais no Acre (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

Em reunião com o superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Acre, Márcio Alécio, o governador Tião Viana anunciou a liberação de mais R$ 15 milhões que serão aplicados no programa de infraestrutura de ramais nos 22 municípios do Acre.

O recurso resulta da última audiência com o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, e a presidência do Incra, em Brasília. Participaram da agenda o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem do Acre (Deracre), Cristovam Moura, e o deputado estadual, Lourival Marques.

“Vamos trabalhar a recuperação, abertura e melhoramento de ramais no estado do Acre. Nossa perspectiva é de trabalhar em três mil quilômetros com esse recurso”, conta Alécio.

O Incra aguarda, ainda, o repasse de mais R$ 60 milhões para a celebração de um novo convênio visando dar acesso para melhorar a infraestrutura básica, construir ramais e melhorar pontes em todo o estado do Acre.

“Com a somatória desses dois recursos, nós vamos conseguir nos próximos meses dar um avanço significativo na infraestrutura básica que é uma grande demanda dos trabalhadores, dos produtores pra que possam escoar sua produção, ter acesso e melhoria da infraestrutura básica”, explica o superintendente.

Incra e governo do Estado trabalham empenhados na garantia dos recursos necessários para que os serviços sejam realizados com a melhor qualidade possível, por meio dessa parceria.

O recurso resulta de um esforço intenso do governo em dar celeridade aos principais projetos e serviços no Estado.

Na semana passada, Tião Viana esteve em Brasília, onde, além do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), cumpriu agenda em mais seis ministérios.

Além de assegurar recursos, garantiu a resolução de demandas pendentes e o encaminhamento de diversos projetos e processos no estado.

Agência Acre

‘SE DIMAS TOLEDO FIZER DELAÇÃO, NÃO VAI SOBRAR TUCANO NA FACE DA TERRA’


Deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) comemorou o pedido de abertura de inquérito feito pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, ao STF, para investigar políticos citados na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), dentre eles o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de ter recebido propina no esquema de corrupção de Furnas, que era dirigida por Dimas Toledo; “Tomara que o Dimas Toledo seja logo preso e faça delação premiada”, disse Correia; segundo o petista, se ele dizer delação, "não sobrará tucanos na face da terra"; “Até que enfim a PGR resolveu investigar o Aécio!"

3 DE MAIO DE 2016 ÀS 10:06

Minas 247 - O deputado estadual Rogério Correia (PT-MG) comemorou o pedido de abertura de inquérito feito pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), para investigar políticos citados na delação premiada do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), dentre eles o senador Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de ter recebido propina no esquema de corrupção de Furnas, empresa estatal subsidiária da Eletrobras e que era dirigida por Dimas Toledo.

“Tomara que o Dimas Toledo seja logo preso e faça delação premiada”, disse Correia ao site Viomundo. Segundo o petista, se Dimas "fizer delação premiada, não sobrará tucanos na face da Terra". “Até que enfim a PGR resolveu investigar o Aécio!. Se o ministro Teori Zavascki abrir inquérito contra o Aécio — e eu espero que ele o faça –, o senador não escapará de punições", acrescentou.

Em delação, homologada pelo STF em março deste ano, o senador Delcídio afirmou que "Dimas [Toledo, ex-presidente de Furnas] operacionalizava pagamentos e um dos beneficiários dos valores ilícitos sem dúvida foi Aécio Neves".

Segundo o parlamentar, Dimas Toledo tem "vínculo muito forte" com Aécio e que sua indicação para o cargo teria partido do tucano, junto ao PP, durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

A revelação do congressista confirmou o que já havia sido delatado pelo doleiro Alberto Youssef, de que Aécio indicou Dimas e que recebia propina de Furnas. 

Paraíso fiscal

No pedido enviado ao STF, o procurador geral Rodrigo Janot também cita uma investigação do Ministério Público do Rio de Janeiro chamada Operação Norbert, deflagrada em 2007, que apura se Aécio Neves seria beneficiário de uma fundação em Liechtenstein, país considerado como paraíso fiscal.

O procurador cita que foram apreendidos na investigação documentos que comprovariam “interposição de personalidade jurídica, com o objetivo de manter e ocultar valores no exterior”. A operação não investigou o parlamentar, mas durante as buscas e apreensões, documentos sobre a suposta fundação foram apreendidos.

Presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves disse que “considera absolutamente natural e necessário que as investigações sejam feitas, pois elas demonstrarão, como ocorreu outras vezes, a correção de sua conduta”.

Na nota divulgada por sua assessoria, Aécio lembra que todas as citações a seu nome feitas por Delcídio do Amaral foram sobre situações que ele “ouviu dizer”, sem que nenhuma prova tenha sido apresentada pelo senador. “Trata-se de temas antigos, que foram objeto de investigações anteriores, quando foram arquivados, ou de temas que não guardam relação com o senador”, diz a nota.

Além de Aécio, o pedido feito por Janot ao STF também envolve a cúpula do PMDB no Senado, incluindo nomes como Romero Jucá (RR), Jader Barbalho (PA), Valdir Raupp (RO) e o presidente da Casa, Renan Calheiros (AL).

*Com informações da Agência Brasil

segunda-feira, 2 de maio de 2016

EM CARTA A TEMER, PSDB PEDE PRIVATIZAÇÕES


Em carta que será apresentada ao vice-presidente Michel Temer (PMDB) nesta terça-feira (3), o PSDB lista 15 itens considerados prioritários para o eventual governo peemedebista, caso ele queira a participação dos tucanos na administração federal; o texto defende o “combate irrestrito à corrupção” e uma reforma política imediata; na área econômica, o PSDB cobra um "programa consistente de privatizações e concessões” e a “revisão dos subsídios fiscais” e das desonerações para empresas; a carta foi debatida pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves, com deputados, senadores e outras figuras do partido.

2 DE MAIO DE 2016 ÀS 21:26

247 - Em carta que será apresentada ao vice-presidente Michel Temer (PMDB) nesta terça-feira (3), o PSDB lista 15 itens considerados prioritários para o eventual governo peemedebista, caso ele queira a participação dos tucanos na administração federal.

A relação foi batizada de “Princípios e valores para um novo Brasil”.

O texto defende o “combate irrestrito à corrupção” e uma reforma política imediata.

“É imperativo que o novo governo assegure expressamente que todas as investigações em curso —em especial as empreendidas no âmbito da Operação Lava Jato com foco no combate à corrupção — terão continuidade sem serem submetidas a constrangimentos de quaisquer naturezas. Também está garantida a independência funcional dos órgãos de controle externo e interno, como CGU e TCU, e de investigação e persecução criminais, como a Polícia Federal e o Ministério Público”, diz o documento tucano.

O documento fala em “criar as bases de um novo sistema político” para, “a partir de 2018, voltar a discutir a implementação do parlamentarismo no Brasil”.

Os 3 pontos da reforma defendida pelos tucanos são os seguintes: cláusula de desempenho (para reduzir o número de partidos); voto distrital [e proporcional] misto (em que parte dos deputados é eleita de forma majoritária); e fim da coligação nas disputas por cargos proporcionais (deputados federais, estaduais e vereadores).

Na área econômica, o PSDB enumera propostas às quais Temer já tem se mostrado alguma simpatia. “Programa consistente de privatizações e concessões” para alavancar o investimento em infraestrutura; rigidez na política monetária para controlar a inflação e simplificação do sistema tributário são os principais pontos. Também é destacada a “revisão dos subsídios fiscais” e das desonerações para empresas. O texto também fala em revisões na concessão de crédito por parte dos bancos públicos, especialmente do BNDES.

O PSDB também defende, de público, a “manutenção e qualificação dos programas sociais”, citando textualmente iniciativas das gestões petistas, como o Minha Casa Minha Vida e o Bolsa Família.

A carta tucana foi debatida pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves, com deputados, senadores e outras figuras do partido.

Abaixo o texto na íntegra:

Princípios e valores para um novo Brasil

1. Combate irrestrito à corrupção É imperativo que o novo governo assegure expressamente que todas as investigações em curso – em especial as empreendidas no âmbito da Operação Lava Jato com foco no combate à corrupção – terão continuidade, sem serem submetidas a constrangimentos de quaisquer naturezas. Também estará garantida a independência funcional dos órgãos de controle externo e interno, como CGU e TCU, e de investigação e persecução criminais, como a Polícia Federal e o Ministério Público.

2. Reforma política imediata Defendemos a realização de uma imediata reforma política que busque garantir máxima legitimidade e representatividade aos eleitos, que tenha como uma das prioridades a imposição de cláusula de desempenho eleitoral mínimo para o funcionamento dos partidos políticos, além da adoção do voto distrital misto e do fim das coligações proporcionais. Defendemos também mais rigor da Lei das Inelegibilidades e da Lei da Ficha Limpa. Devemos criar as bases de um novo sistema político para que possamos, a partir de 2018, voltar a discutir a implementação do parlamentarismo no Brasil.

3. Renovação das práticas políticas e profissionalização do Estado O novo governo deve estar comprometido com o combate incessante ao fisiologismo e à ocupação do Estado por pessoas sem critérios de competência. Ministérios e cargos comissionados devem ser expressivamente reduzidos. Por outro lado, as carreiras típicas de Estado e os gestores públicos devem ser valorizados. Os cargos na administração devem ser preenchidos com base na estrita observância à qualificação técnica do indicado, tendo sempre como norma a busca pela maior eficiência no uso do recurso público e a promoção da meritocracia na administração pública, inclusive em empresas estatais, agências reguladoras e fundos de pensão. As ações do Estado devem ganhar transparência e sujeitarem-se ao escrutínio e à fiscalização da sociedade.

4. Manutenção e qualificação dos programas sociais, com redução da desigualdade e promoção de oportunidades Numa situação de crise aguda como a atual, deve estar garantida a manutenção e a ampliação dos programas sociais que se direcionam para os segmentos mais vulneráveis e de menor renda da população, em especial o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, o Pronatec, o Fies e o Prouni. Adicionalmente, os programas sociais precisam ter como foco a melhoria da educação e a promoção de oportunidades iguais para todos os cidadãos – neste sentido, especial atenção deve ser dedicada a pessoas com deficiência, jovens e minorias. Nenhum resultado, porém, será satisfatório sem que o país obtenha a retomada do crescimento econômico, com ênfase na geração de empregos.

5. Revisão dos subsídios fiscais para fomentar o crescimento É necessária a reformulação da política de subsídios, renúncias fiscais e financiamentos patrocinada por bancos públicos e agências de fomento. Os subsídios financeiros e creditícios precisam passar por rigorosa revisão e as linhas de crédito de bancos públicos, em especial do BNDES, devem ser conduzidas com absoluta transparência. A prioridade deve ser dada a projetos de elevado retorno social, em especial projetos com maior capacidade de geração de empregos nas seguintes áreas: saúde, educação, saneamento, segurança, mobilidade urbana e tecnologia.

6. Responsabilidade fiscal Um governo comprometido em cuidar bem do dinheiro dos contribuintes não pode gastar mais do que arrecada e deve ter compromisso com o equilíbrio das contas públicas. O Executivo deverá apresentar, em no máximo 30 dias, um conjunto de medidas para a recuperação do equilíbrio das contas públicas que sinalize o controle do crescimento da dívida pública até 2018.

7. Combate rigoroso à inflação, preservando o poder de compra dos salários A inflação deve ser tratada com tolerância zero, para o que é fundamental o auxílio da  política fiscal (controle de gastos públicos), de forma a reduzir o papel das taxas de juros no controle da inflação.

8. Simplificar o sistema tributário, torná-lo mais justo e progressivo Deve-se buscar a unificação de tributos e a redistribuição mais justa da carga. O Executivo deve apresentar nos primeiros 60 dias do novo governo uma proposta de simplificação radical da carga tributária e iniciativas para aumentar a progressividade e a justiça tributária na cobrança de impostos. Qualquer medida nesta área deve ser a mais horizontal e equilibrada possível.

9. Reformas para a produtividade É imperativo que o novo governo proponha, em regime de urgência, uma agenda de reformas estruturais que criem condições para que o Brasil volte a ser um país competitivo, com melhores condições de gerar emprego, renda e bem-estar para as pessoas, e com equilíbrio nas contas públicas. E, ainda, recupere as agências regulatórias por meio de gestão profissional que busque de forma equilibrada o interesse da sociedade e o aumento significativo do investimento em infraestrutura, baseado num programa consistente de privatizações e concessões. Estes serão os motores para a retomada do crescimento e as premissas para a melhoria das condições de vida e o aumento da produtividade no país.

10. Maior integração do Brasil com o mundo Para recuperar seu papel no concerto das nações, o país precisa reorientar sua política externa e comercial de maneira enérgica para que possa se reintegrar à economia global e ampliar as oportunidades de empresas e de cidadãos brasileiros. Nossa diplomacia deve se guiar pelo interesse nacional e não por ideologias.

11. Sustentabilidade em prática O Brasil tem condições de liderar a agenda global da sustentabilidade, começando por ampliar e inserir mecanismos de adaptação e mitigação aos efeitos da mudança climática em todas as políticas públicas. É desejável também que o país acelere a consecução das metas de redução de emissões de gases de efeito estufa estabelecidas no Acordo de Paris.

12. Reformulação das políticas de segurança pública A segurança pública deve ser objeto de trabalho integrado das polícias, de modernização das formas de combate ao crime organizado e de uma política adequada de enfrentamento à questão das drogas, agora capitaneados pelo governo federal.

13. Educação para a cidadania Os recursos disponíveis precisam ser mais bem aplicados, a começar pelo apoio a estados e municípios que cumprirem metas rigorosas de cobertura e melhoria da qualidade e equidade nos sistemas de ensino, associado a um amplo programa de formação e valorização de professores. Uma das primeiras tarefas do novo governo é redefinir as novas bases curriculares, para que realcem a cidadania e efetivamente contemplem saberes que abram portas para crianças e jovens. A educação deve estar voltada ao desenvolvimento humano e ao trabalho.

14. Mais saúde para salvar vidas A atuação do Estado na saúde deve estar voltada a salvar e melhorar a vida dos brasileiros, e não a remediar arranjos político-partidários. É preciso aumentar a eficiência e a sustentabilidade financeira do sistema, que hoje desperdiça recursos. Com sua base de financiamento cada vez mais reduzida, o sistema público tem que dar prioridade aos mais pobres. O primeiro passo deve ser ampliar a atenção básica com medidas estruturantes, a começar pelo fortalecimento e a expansão do Saúde da Família, com atenção especial a idosos e crianças.

15. Nação solidária: mais autonomia para estados e municípios Defendemos que a relação entre União, estados e municípios seja mais equilibrada, pondo fim a uma política marcada pela subserviência e pela troca de favores. É urgente a definição de um novo pacto federativo que fortaleça e aumente a autonomia de estados e municípios, para que possam gerir melhor os bens públicos, aplicar melhor os recursos e, desta maneira, fazer aquilo que de fato devem fazer: cuidar melhor das pessoas. É imperativo que o governo federal lidere este pacto, inclusive para superar impasses como os que hoje se encontram pendentes de decisão do Supremo Tribunal Federal.

 http://www.brasil247.com/pt/247/poder/229642/Em-carta-a-Temer-PSDB-pede-privatiza%C3%A7%C3%B5es.htm

Justiça volta a determinar bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas

Além de troca de mensagens, Whatsapp também permite chamadas telefônicas via internet

A Justiça mandou as operadoras de telefonia fixa e móvel bloquearem o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o país por 72 horas. A medida começará a valer a partir das 14h desta segunda-feira (2). A decisão, de 26 de abril, é do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE).

O processo que culminou na determinação de Montalvão é o mesmo que justificou, em março, aprisão de Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook, empresa dona do app, para a América Latina. O magistrado quer que a companhia repasse informações sobre uma quadrilha interestadual de drogas para uma investigação da Polícia Federal, o que a companhia se nega a fazer.

As cinco operadoras —TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel— já receberam a determinação e informaram que vão cumprir. Em caso de descumprimento, estarão sujeitas a multa diária de R$ 500 mil. Procurado, Montalvão não vai falar sobre o assunto. WhatsApp e Facebook ainda não se pronunciaram sobre o tema.

Consultadas, as operadoras afirmam que irão cumprir a decisão e ainda estudam se vão entrar com recurso judicial para tentar derrubar o bloqueio. O Sinditelebrasil, associação que representa o setor, está acompanhando esse processo junto às teles e ainda não definiu de que forma o setor irá se posicionar.

Apesar de as teles e o aplicativo travarem uma disputa comercial, o bloqueio é um transtorno para as operadoras. O WhatsApp funciona com mudança de registro de computadores e isso torna o trabalho de bloqueio bastante complicado para as teles, que podem ser punidas caso não consigam implementar o bloqueio plenamente.

Da última vez, a Claro foi uma das operadoras que reclamou de que o WhatsApp se valia desta particularidade técnica do serviço para furar o bloqueio intencionalmente. O aplicativo teria mudado rapidamente os registros para dificultar o bloqueio.

HISTÓRICO

Uma medida do início de abril deve dificultar ainda mais a colaboração do aplicativo com a Justiça. O WhatsApp adotou a criptografia "end-to-end" (no qual apenas as pessoas na conversa podem ler as mensagens -nem mesmo as companhias podem acessar a comunicação) em todos os seus aplicativos e em mensagens e tipos de arquivos.

Em dezembro, o WhatsApp havia sido bloqueado no Brasilpor 48 horas devido a uma investigação criminal. Na ocasião, as teles receberam a determinação judicial com surpresa, mas a decisão não durou 48 horas.

O bloqueio foi uma represália da Justiça contra o WhatsApp por ter se recusado a cumprir determinação de quebrar o sigilo de dados trocados entre investigados criminais. O aplicativo pertence ao Facebook.

Em fevereiro, um caso parecido ocorreu no Piauí, quando um juiz também determinou o bloqueio do WhatsApp no Brasil. O objetivo era forçar a empresa dona do aplicativo a colaborar com investigações da polícia do Estado relacionadas a casos de pedofilia.

A decisão foi suspensa por um desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí após analisar mandado de segurança impetrado pelas teles.

http://www1.folha.uol.com.br/



Pelo menos 10 órgãos abrem inscrições de concursos públicos, na segunda-feira (2), para um total de 1.044 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio/ técnico e superior.

Na modalidade de formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os salários chegam a R$ 12.832,23 na Prefeitura de Pomerode (SC). Somente na Prefeitura de Moju (PA) são 265 vagas.

Fundação de Ensino de Contagem (Funec)
A Fundação de Ensino de Contagem (Funec), em Minas Gerais, divulgou edital de processo seletivo para 25 vagas em cargos de níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 965,10 a R$ 2.178,38. As inscrições podem ser feitas pelo site www.contagem.mg.gov.br de 2 a 25 de maio. A prova objetiva será aplicada na data provável de 5 de junho (veja o edital no site da prefeitura).

Fundação Nacional do Índio (Funai)
A Fundação Nacional do Índio (Funai) abriu concurso para 220 vagasem cargos de nível superior de escolaridade. Os salários vão de R$ 5.345,02 a R$ 6.330,31. As vagas são para Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima. A inscrição será efetuada exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.esaf.fazenda.gov.br de 2 a 16 de maio. As provas objetivas, para todos os cargos, serão aplicadas, em dois turnos do mesmo dia, na data provável de 7 de agosto (veja a matéria completa).
Prefeitura de Confresa (MT)
A Prefeitura de Confresa (MT) vai abrir dois processos seletivos para um total de 117 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 880 a R$ 1.577,68. As inscrições estarão abertas de 2 a 16 de maio pelo site www.acpi.com.br. Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Envira (AM)
A Prefeitura de Envira (AM) vai abrir três processos seletivos para um total de 202 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 1.200 a R$ 9.100. As inscrições devem ser feitos no período de 2 a 6 de maio no Centro de Exposição e Negócios Agropecuários, que fica na Rua 27 de julho, s/nº. A seleção será feita por meio de avaliação de títulos (veja os editais no site do Diário Oficial dos Municípios do Amazonas – edição de 27 de abril – páginas 41, 47 e 107).

Prefeitura de Frei Gaspar (MG)
A Prefeitura de Frei Gaspar (MG) divulgou edital de concurso para 20 vagas em cargos de níveis fundamental e superior. Os salários vão de R$ 880 a R$ 10 mil. As inscrições podem ser feitas de 2 a 20 de maio pelo site www.agoraconsultoria.srv.br. A prova objetiva está prevista para o dia 12 de junho (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Juncó do Seridó (PB)
A Prefeitura de Juncó do Seridó (PB) divulgou edital de concurso público para 21 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam de R$ 880 a R$ 2.242,42. As inscrições vão de 2 de maio a 2 de junho pelo site www.conpass.com.br. A prova objetiva está prevista para o dia 10 de julho (veja a matéria completa).

Prefeitura de Moju (PA)
A Prefeitura de Moju (PA) fará concurso público para 265 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 880 a R$ 4.606,33. Os candidatos podem se inscrever pelo site www.fundacaocetap.com.br de 2 de maio a 9 de junho. A seleção será feita por meio de probas objetiva e de títulos, de acordo com o cargo(veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Pomerode (SC)
A Prefeitura de Pomerode (SC) divulgou edital de concurso e processo seletivo para um total de 25 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão de R$ 1.170 a R$ 12.832,23. As inscrições vão de 2 a 31 de maio pelo site www.iobv.org.br. A seleção será feita por meio de provas escrita e de títulos, de acordo com o cargo (veja os editais no site da organizadora).

Prefeitura de Serranópolis (GO)
A Prefeitura de Serranópolis (GO) vai abrir concurso para 139 vagas em cargos de todos os níveis de fundamental, médio/ técnico e superior. As remunerações vão de R$ 880 a R$ 2.500. Os candidatos podem se inscrever pelo site www.funvapi.com.br de 2 de maio a 3 de junho. A prova objetiva será aplicada na data provável de 10 de julho(veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Torre de Pedra (SP)
A Prefeitura de Torre de Pedra (SP) divulgou edital de concurso para 10 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 831,55 a R$ 2.221. As inscrições estarão abertas de 2 a 13 de maio pelo site www.bigadvice.com.br. A seleção será feita por meio de provas objetiva e prática, de acordo com o cargo (veja o edital no site da organizadora).

Do G1

TARAUACÁ: DOIS MORTOS E UM FERIDO EM FESTA NA ZONA RURAL DO MUNICÍPIO


Duas pessoas mortas e outra com a mão quase decepada por uma terçadada, foi resultado de uma briga que aconteceu no Seringal Vitória Nova, Rio Muru, município de Tarauacá, por ocasião da realização de uma festa, onde algumas pessoas consumiram muito álcool. Quando a informação chegou até a polícia, o comandante da PM, juntamente com o Delegado de Polícia Civil, determinaram que uma guarnição da PM se deslocasse até o local para remover as vítimas e tentar prender os acusados do crime.

O menor I F S teve a mão quase decepada
Chegando no local, policiais militares encontraram dois corpos caídos no terreiro da residência onde foi realizada a festa já sem vida. Antônio Robson Monteiro França, 31 anos, conhecido por "Dom" e José Carlos Lima Ferreira, 26 anos, o "Sapecado". Em seguida deram voz de prisão para Alcimar do Nascimento souza, 30 anos, conhecido por "Cimar', acusado de tentar contra a vida, chegando a decepar a mão do menor I.F.S. de 17 anos. "Cimar"  também é proprietário da residência onde acontecia a festa em comemoração ao aniversário de sua esposa. Os outros suspeitos, um conhecido por "Nunes" e um comparsa que não se sabe o nome ainda, fugiram do local antes da chegada da polícia. Segundo informações, Nunes é uma das figuras mais temidas do local. 

De ante do silêncio da comunidade que não quis falar com medo de represálias, os policiais conseguiram levantar as seguintes informações sobre o ocorrido. Durante a festa houve um desentendimento entre os primos "Dom" e "Sapecado", ambos partiram para uma briga, sendo que cada um deles empunhava uma faca tipo peixeira. No confronto os dois se feriram. Enquanto José Carlos (Sapeca) caiu e morreu ali mesmo, Antônio Robson (Dom) ainda ficou sentado agonizando. Neste momento, entra em ação o temido "Nunes" que de posse de uma faga cortou a garganta da de Dom.

AÉCIO PODE INDICAR MINISTRO DA JUSTIÇA DE TEMER


Ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Carlos Velloso ganhou a “benção” do PSDB de Minas Gerais e do senador Aécio Neves para ser ministro da Justiça em um eventual governo de Michel Temer; na próxima terça (3), o tucano entregará uma lista de condições para que o PSDB integre a possível gestão do vice; entre elas, dar continuidade às investigações da Lava Jato comandada pela Polícia Federal; outro nome no topo da lista para a pasta é o do paulista Cezar Peluso, também ex-ministro da corte; e por fora corre Alexandre de Moraes, secretário de Segurança de São Paulo. "Que pode salvar ele e todos os seus colegas envolvidos na lava jato."..

O DIA EM QUE DILMA DIALOGOU COM A HISTÓRIA

O destino da presidente Dilma Rousseff já parece traçado: no próximo 11 de maio, a primeira mulher eleita presidente da República do Brasil deve ser afastada do poder por um Congresso corrupto, sem ter cometido crime de responsabilidade; mesmo que seja esse o desfecho, ela fez hoje, no Primeiro de Maio, um discurso histórico, em que merecem destaque os seguintes pontos: (1) o golpe fere não só a democracia, mas também direitos dos trabalhadores, que, em breve, serão suprimidos; (2) grande parte da crise econômica atual se deve à sabotagem de um Congresso, liderado por Eduardo Cunha, que apostou no 'quanto pior, melhor', provocando recessão e desemprego; (3) a luta, agora, é mais ampla: em defesa não só da democracia, como também das conquistas sociais dos últimos anos; (4) se a elite rouba a cadeira de uma presidente legitimamente eleita, o que fará com o povo?; assista

1 DE MAIO DE 2016

247 – Neste Primeiro de Maio, a presidente Dilma, primeira mulher eleita presidente da República, fez um discurso que ficará guardado como um importante registro histórico de um dos momentos mais tristes da história do Brasil.

Ao que tudo indica, no próximo 11 de maio, ela deve ser afastada do poder por um Congresso corrupto, sem ter cometido crime de responsabilidade.

Mesmo que seja esse o desfecho, ela fez um discurso histórico, em que merecem destaque alguns pontos:

1) o golpe fere não só a democracia, como direitos trabalhistas, que, em breve, serão suprimidos.

2) grande parte da crise econômica atual se deve à sabotagem de um Congresso, liderado por Eduardo Cunha, que apostou no 'quanto pior, melhor', provocando recessão e desemprego.

3) a luta, agora, é mais ampla: em defesa não só da democracia, como das conquistas sociais dos últimos anos.

4) se a elite brasileira é capaz de tomar o poder à força, suprimindo direitos de uma presidente legitimamente eleita, o que fará com o cidadão ou a cidadã anônima?

Leia, abaixo, texto de Fernando Brito, editor do Tijolaço, e assista o discurso:

Se Dilma falasse sempre as verdades como as disse hoje não haveria golpe

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço 

Deu gosto e desgosto ouvir o discurso de Dilma, hoje, no Vale do Anhangabaú.

Deu gosto ver ali a mulher que já dividiu comigo, quando ambos fomos do PDT, brizolistas, a fé em que o povo, quando pode perceber claramente a verdade, não precisa que o guiem, sabe onde ir.

Gente que não era só de esquerda – e nem de esquerda era, para muito “punho de renda” arrogante – mas era antes apaixonada por seu povo.

Gente que falava uma língua que o povo entender, que nessa língua não tinha papas e que no que dizia tinha um lado, claro, límpido, transparente, evidente.

A força deste discurso, o espírito que se apossa de nós quando somos intérpretes da História é tão poderoso que até nossas próprias limitações oratórias desaparecem, os gaguejos são escorraçados pela fluidez das ideias, as vacilações se vão, tangidas pela certeza e pela convicção.

Não precisou sequer ter Lula ao lado, para traduzi-la ao povão.

Bastou-se, mergulhada no fervente borbulhar da história e, na linguagem campeira, meteu os peitos na porteira e foi rompendo os que os, perdoem, cagões prudentes acham bom por de cerca nos nossos próprios pensamentos.

Deu gosto ver uma Dilma de coração valente, que entendeu que a única força com quem um governante popular pode contar, mesmo na pior das tempestades, é aquela parcela da população que, de tanto sofrer e perder ao longo de gerações, tornou-se invulnerável ao sofisticado discurso do inimigo.

Os tão badalados reajustes do Bolsa Família, quase serão usados como exemplo de “farra fiscal” pelos canalhas – que farra, hein, de R$ 15! Pagam três dúzias de ovos ou um quilo de músculo ou acém! – são uma miséria que só pode escandalizar quem tem a barriga cheia e já estavam mais que previstos.

E o que vão dizer do índice de 9% estes canalhas, que haviam proposto e aprovado 16,8% no Orçamento, forçando a Presidente a vetá-los?

E se tudo isso me deu gosto, o que desgosto deu?

Deu desgosto que tenha sido preciso sofrer tanto na mãos dos falsos, dos inimigos, dos traidores, da gente que não pode nem quer falar assim ao povo brasileiro para descobrir aquilo que já se deveria saber: que é no meio deste povo, falando a ele de peito aberto, dizendo as verdades de forma crua e compreensível que está a nossa força, está o que nos faz invencíveis.

O lugar para onde vamos, quando estamos fracos, é o que sabemos que nos fortalece. O meio do povo, a língua do povo, as dores do povo são nossa seiva, o que não nos deixa secar, murchar, o que faz o nosso viço não ser fugaz como o de flores num jarro, mas perene como num campo.

Não costumo fazer isso, nem tenho procuração do além, mas sei que o velho Brizola, depois do teu discurso, te daria uma abraço daqueles que quebrar costela.

sábado, 30 de abril de 2016

CBF divulga pré-convocação para Copa América com Ganso e sem Neymar

O técnico Dunga optou também por nomes que atualmente integram a seleção olímpica, como Gabriel Jesus, do Palmeiras, e Gabigol, do Santos
Por Veja 

Paulo Henrique Ganso na seleção brasileira(Jeff Zelevansky/Getty/VEJA)

A CBF divulgou nesta sexta-feira a pré-lista para a Copa América Centenário, que será disputada de 3 a 26 de junho nos Estados Unidos. A grande novidade é o meia Paulo Henrique Ganso, que vem tendo ótimo desempenho no São Paulo - após a goleada contra o Toluca, nesta quinta-feira, pela Libertadores, os torcedores e até o técnico Edgardo Bauza falaram sobre uma possível convocação do jogador na lista definitiva, de 23 jogadores, que será divulgada na próxima quinta-feira (5 de maio).

Entre as outras surpresas estão Fagner, do Corinthians, Rodrigo Caio, do São Paulo, Gabriel Jesus, do Palmeiras, Gabigol, do Santos, Ederson, do Benfica, e Walace, do Grêmio - todos eles, com exceção do lateral corintiano, são do elenco da seleção olímpica e, caso sejam efetivamente chamados, integrarão pela primeira vez a seleção principal. Vetado pelo Barcelona e liberado apenas para a Olimpíada, Neymar, como já era esperado, não aparece entre os relacionados. David Luiz, do Paris Saint-Germain, criticado em suas últimas aparições nas Eliminatórias, não figura na lista, assim como o seu companheiro de clube Thiago Silva. Dunga também deixou de fora o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid. Recentemente, o jogador foi acusado pela comissão técnica de ter demonstrado "pouca vontade" de servir à seleção.

Confira a lista completa:

Goleiros: Alisson (Inter), Diego Alves (Valência-ESP), Marcelo Grohe (Grêmio) e Ederson (Benfica)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Fagner (Corinthians), Fabinho (Mônaco-FRA), Filipe Luis (Atlético de Madri-ESP), Alex Sandro (Juventus-ITA) e Douglas Santos (Atlético-MG)

Zagueiros: Miranda (Inter de Milão-ITA), Gil (Shandong Luneng-CHI), Marquinhos(PSG-FRA), Jemerson (Mônaco-FRA) e Gabriel Paulista (Arsenal-ING)

Meio-campistas: Rodrigo Caio (São Paulo), Luiz Gustavo (Wolfsburg-ALE), Casemiro (Real Madrid-ESP), Walace (Grêmio), Rafinha (Barcelona), Elias (Corinthians), Fernandinho (Machester City-ING), Ganso (São Paulo), Renato Augusto (Beijing Guoan), Kaká (Orlando City-EUA), Philippe Coutinho (Liverpool-ING), Oscar (Chelsea-ING), Lucas Lima (Santos), Willian (Chelsea-ING) e Felipe Anderson (Lazio-ITA)

Atacantes: Lucas (PSG-FRA), Douglas Costa (Bayern-ALE), Luan (Grêmio), Hulk (Zenit-RUS), Firmino (Liverpool-ING), Jonas (Benfica-POR), Alex Teixeira (Jiangsu Suning-CHI), Gabigol (Santos), Gabriel Jesus (Palmeiras) e Ricardo Oliveira (Santos)

TARAUACÁ: PREFEITO RODRIGO ANUNCIA MEDIDAS "AMARGAS" PARA ENFRENTAR A CRISE

Prefeito Rodrigo Damasceno
A crise econômica e politica que tomou conta do país tem causado prejuízos imensos à toda população brasileira. As prefeituras por todo o Brasil estão com seus repasses a cada mês diminuindo. Isso tem feito com que muitos prefeitos tenham que tomar medidas "amargas"  de contenção de gastos e para poderem honrar com os compromissos básicos da administração. 


Em Tarauacá, o Prefeito Rodrigo Damasceno, convocou todo o pessoal de sua administração, além de vereadores,  movimento comunitário, igrejas e outros representantes da sociedade civil organizada, para fazer uma espécie de "Raio X" da crise no município e anunciar as medidas que serão tomadas pela administração para conter gastos e combater a crise. O encontro aconteceu na tarde desta sexta feira, 29 de abril, no Teatro José Potyguara. 

"Tentamos retardar ao máximo de tempo possível essa decisão, porém, nossos recursos diminuíram drasticamente e não estamos mais conseguindo, por exemplo, pagar os cooperados e terceirizados", disse o prefeito.

As principais medidas anunciadas foram as seguintes:

1. Redução em 20%, nos salários do Prefeito, Vice Prefeito, Secretários e Assessores de Cargo em Comissão;
2. Suspensão do pagamento de diárias;
3. Suspensão de todas gratificações e dobras;
4. Redução do tempo de expediente nas secretarias para conter gastos;
5. Redução no número de servidores cooperados;
6. Diminuição do número de servidores terceirizados;
7. Redução de gastos com combustível;
8. Redução de gastos com material de expediente;

"Estas medidas são necessárias para manter a saúde financeira da Prefeitura que paga uma séries de dividas contraídas por outros gestores, tendo em vista a manutenção de qualidade dos serviços públicos para a população, tais como: coleta de lixo, limpeza urbana, atendimento de saúde nas Ubs’S, manutenção das unidades escolares, assim como, o pagamento dos servidores público em dia" finalizou o prefeito. 

Mais tarde por uma rede social, o prefeito Rodrigo Damasceno, que optou por não receber salário de prefeito e sim de médico, que é sua profissão, anunciou que vai destinar 20% de seus vencimentos para os cofres da prefeitura. Rodrigo é concursado e tem dois contratos no Governo do Estado.


Leia o que ele escreveu:

"A Crise chegou em Tarauacá... Mesmo após nossos esforços para segurar... Fizemos uma reunião hj, onde tratamos sobre os cortes que realizamos. Vamos cortar 20% dos salários dos servidores municipais que está na câmara de vereadores para aprovação e diminuir a quantidade de servidores terceirizados e cooperados... E eu não recebo pela prefeitura, tenho dois contratos concursados pelo estado! E vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito". (fotos:assecom)

PROFESSORA NARA VARGAS SOFRE MAL SÚBITO DENTRO DA ESCOLA RIO BRANCO E MORRE (ATUALIZADA)


A professora, atuou como chefe de comunicação da capital na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho. A profissional de educação também era jornalista. Na década de 90, ela apresentou jornais na Rede Amazônica, antiga Tv Rondônia.


Porto Velho, RO – Uma notícia na tarde desta sexta-feira (29) deixou professores, jornalistas, alunos e ex-alunos com o coração partido. Infelizmente, a professora Nara Rosane Zacarias Vargas, mais conhecida como “Nara Vargas” sofreu um mal súbito dentro da Escola Estadual Rio Branco na capital. 

De acordo com informações colhidas com professores, Nara estava com a pressão baixa e sentia dores fortes no braço. Em dado momento, a professora foi ao banheiro, mas não retornou. Uma senhora que realizava limpeza estranhou a demora da professora e resolveu olhar por baixo da porta e se deparou com Nara ao solo.

Em ato contínuo, a mulher pediu socorro e o diretor foi até o banheiro encontrando a professora. Uma aluna da escola que é auxiliar de enfermagem chegou a fazer massagem cardíaca, mas infelizmente Nara não resistiu e morreu. Durante entrevista, uma colega de Nara também professora, contou detalhes do fato. Clique aqui.

A professora, atuou como chefe de comunicação da capital na gestão do ex-prefeito Roberto Sobrinho. A profissional de educação também era jornalista. Na década de 90, ela apresentou jornais na Rede Amazônica, antiga TV Rondônia. 








- See more at: http://www.newsrondonia.com.br/noticias/professora+nara+vargas+sofre+mal+subito+dentro+da+escola+rio+branco+e+morre+atualizada/74167#sthash.rPIBs2I7.dpuf

TEREZA CAMPELLO: TEMER PODE DEIXAR 40 MILHÕES SEM BOLSA FAMÍLIA


Por meio de nota, o Ministério do Desenvolvimento Social, comandado por Tereza Campello, demonstrou preocupação com o programa do PMDB para a área social. que defende o foco apenas na população 5% mais pobre; "A intenção de focalizar a política social na parcela dos 5% mais pobres, em populações esparsas e vivendo em comunidades isoladas, sugere que cerca de 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família ficarão desprotegidos", diz o texto; "O Brasil superou em 2014 a pobreza extrema. Praticamente erradicou o trabalho infantil entre crianças mais pobres. Muito se deve ao Bolsa Família, que também contribuiu para tirar o Brasil do Mapa da Fome das Nações Unidas"

30 DE ABRIL DE 2016 ÀS 08:34

247 – Uma nota divulgada pelo Ministério do Desenvolvimento Social aponta que a proposta de política social do governo Michel Temer pode excluir 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família. Confira abaixo:

Documento Travessia Social sinaliza retrocesso em políticas públicas

NOTA
Opção por atender apenas a parcela de 5% mais pobres da sociedade sugere que 40 milhões de beneficiários deixarão de receber Bolsa Família


Brasília - O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome manifesta preocupação com o retrocesso sinalizado pelo documento Travessia Social, que expressa as intenções do PMDB para as políticas sociais.

A agenda social apresentada diz que o crescimento econômico, a redução da inflação e o equilíbrio fiscal devem vir primeiro. Ou seja, é o retorno de uma antiga teoria de que é preciso primeiro fazer crescer o bolo para depois distribuí-lo. E isso implica abrir mão do processo de desenvolvimento inclusivo e das significativas conquistas sociais registradas nos últimos anos.

A intenção de focalizar a política social na parcela dos 5% mais pobres, em populações esparsas e vivendo em comunidades isoladas, sugere que cerca de 40 milhões de beneficiários do Bolsa Família ficarão desprotegidos. 

“Estamos diante da real possibilidade de desmonte do programa que garante o acompanhamento escolar de 17 milhões de crianças e jovens e é reconhecido internacionalmente por ter reduzido em quase 60% a mortalidade infantil por desnutrição”, avalia a ministra Tereza Campello.

Entre outros resultados cientificamente comprovados, o Bolsa Família já contribuiu para reduzir em mais da metade o déficit de altura das crianças mais pobres, um indicador da desnutrição crônica associado a deficiências intelectuais. Muitos dos beneficiários chegaram à universidade. Com acesso à comida e à educação, as crianças ganharam direito a um destino diferente dos pais.

O Brasil superou em 2014 a pobreza extrema. Praticamente erradicou o trabalho infantil entre crianças mais pobres. Muito se deve ao Bolsa Família, que também contribuiu para tirar o Brasil do Mapa da Fome das Nações Unidas, além de ajudar a movimentar a economia, sobretudo nos pequenos municípios. Não há como não ver nas propostas do PMDB um claro retrocesso nas conquistas sociais do país.

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/229245/Tereza-Campello-Temer-pode-deixar-40-milh%C3%B5es-sem-Bolsa-Fam%C3%ADlia.htm

Tarauacá: Vice-prefeito alfineta chapa derrotada na eleição do Sinteac


Após o resultado das urnas da eleição para presidência do sindicato da Educação de Tarauacá confirmar o professor Lauro Benigno eleito com mais de 70% dos votos da classe , o vice-prefeito do município Chagas Batista (PCdoB), alfinetou a chapa derrotada por meio de uma postagem na pagina da rede social Facebook. 

"O professor Lauro Benigno é eleito presidente do núcleo do Sinteac de Tarauacá.

Venceu o sindicalismo independente, classista e de luta.

Perdeu os que fazem política rasteira e sem compromisso com a classe trabalhadora". Escreveu o vice-prefeito. 


A eleição foi realizada na sexta-feira, 29. 

Por Leandro Matthaus

Prefeito de Tarauacá corta salário de comissionados e reduz terceirizados da prefeitura

Preocupado com a crise financeira que atinge o Município de Tarauacá, o prefeito Rodrigo Damasceno (PT) tomou uma decisão radical: cortou 20% do salário de todos os ocupantes de cargos comissionados, incluindo secretários municipais, e reduziu 20% da quantidade de prestadores de serviços contratados por meio de cooperativas e empresas efetuando cortes nos valores dos repasses.
340a7962-fad0-49fb-afc0-3208d6bfda92
Rodrigo Damasceno, que é médico, lembrou que não recebe salário de prefeito. Ele possui dois contratos no Estado, cada um no valor de R$ 6 mil (R$ 12 mil no total), e resolveu não só cortar na própria carne, mas tirar do próprio bolso: vai destinar 20% do próprio salário, o equivalente R$ 2,4 mil, para a conta da prefeitura para colaborar com as despesas do Município. “Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito”, afirmou Damasceno.

“Vamos cortar 20% dos salários dos servidores municipais e diminuir a quantidade de servidores terceirizados e cooperados. E eu não recebo pela prefeitura, tenho dois contratos concursados pelo Estado! Vou destinar 20% de meu salário para prefeitura na conta 4025-8, daqui um mês posto o comprovante de depósito.”
A medida do prefeito, anunciada nesta sexta-feira, 29, é elogiada nas redes sociais. Atualmente, a prefeitura de Tarauacá possui cerca de 200 ocupantes de cargos comissionados, entre eles oito secretários municipais. Somente com cortes salariais serão economizados por mês aproximadamente R$ 40 mil. Há ainda os cortes em diárias.
Por causa da crise econômica que enfrenta o país, a cada ano as prefeituras vêm sofrendo com a queda nos repasses federais. Tarauacá tem um orçamento mensal de R$2,5 milhões. Os cortes anunciados pelo prefeito devem resultar numa economia mensal de R$ 400 mil. Com esse dinheiro, Rodrigo Damasceno pretende investir em mais infra-estrutura e na melhoria dos serviços prestados pela prefeitura a comunidade de Tarauacá.
“Vou depositar todos os meses R$ 2,4 mil do meu salário divulgar o comprovante do depósito. É uma forma que tenho de colaborar ainda mais e mostrar o carinho que tenho com o Município, que passa uma de suas maiores crises. Para se ter uma ideia, dos 22 Municípios do Acre somente oito estão recebendo os repasses do FPM, e Tarauacá faz parte desse seleto grupo”, conclui o prefeito.
Luciano Tavares, da redação ac24horas