29/09/14

Bittar e Bocalom tentam isolar Sebastião Viana no debate da TV Gazeta

Ray Melo, da editoria de política de ac24horasraymelo.ac@gmail.com
unnamed (4)
Os candidatos ao governo do Acre Sebastião Viana (PT), Márcio Bittar (PSDB), Tião Bocalom (DEM) e Antônio Rocha (PSOL) participaram na noite desta segunda-feira, 29, do segundo debate entre os postulantes ao cargo de chefe do executivo a partir de 2015, promovido pela TV Gazeta/Rede Record.
Com relação ao primeiro debate ocorrido na TV Rio Branco, os candidatos de oposição mudaram a postura. Márcio Bittar (PSDB) e Tião Bocalom (DEM) fizeram um bate-bola nas primeiras perguntas que tratavam sobre Carga Tributária, Redução de Gastos e fiscalização, para tentar isolar o governador Sebastião Viana (PT), que teoricamente na frente na preferencia de votos, apenas assistiu aos adversários tecerem criticas a atual administração estadual.
Márcio Bittar e Bocalom centraram fogo nos problemas no sistema de saúde pública e no programa Ruas do Povo. O candidato tucano voltou a prometer abono e plano de saúde para os servidores da área. Bocalom alfinetou Sebastião Viana, por ser médico, relatando a espera para realização de exames e a fila para cirurgias nos hospitais da rede estadual de saúde.
A operação G7 – que levou secretários, empreiteiros e servidores da atual administração para cadeia voltou a ser lembrada pelos oposicionistas. Bittar disse que os acusados pegaram 48 dias de cadeia, mas teriam voltado aos cargos, após sair do presidio. Sebastião Viana pediu direito de resposta e acusou Bittar de ser funcionário fantasma no Amazonas, e usar um servidor como laranja. Candidato a reeleição, Sebastião disse que “Wolvenar é muito mais honrado” do que o tucano Bittar.

Atacado pelos adversários pelos problemas de violência, Sebastião Viana questionou Bocalom na questão do esquadrão da morte e atos de corrupção de administrações da oposição. O candidato petista voltou a afirmar que Bocalom faliu todos os empreendimentos que tentou administrar. Viana disse que Bocalom estaria tentando “vender terreno na lua”.
Os oposicionistas buscaram explorar os problemas da administração de Sebastião Viana. Eles apontaram uma diversidade de problemas que o Acre vive, mas a todo momento, Viana disse que os oposicionistas faziam ataques mentirosos, enquanto o candidato do PSOL, Antônio Rocha ficou apagado durante quase todo o debate, apenas assistindo o bate-boca.
A falta de fatos novos ficou evidente no penúltimo debate de TV. Uma das poucas novidades foi que Bocalom voltou a citar o município de Acrelândia, para questionar os índices do IDEB, no Estado, enquanto Bittar respondeu o questionamento prometendo a poupança jovem. Bocalom disse que vai implantar escolas de tempo integral e criar a universidade estadual.
Com quase a metade das intenções de votos (segundo as pesquisas) Sebastião Viana permaneceu na defensiva e tentou fazer com que os adversários criticassem administrações comandadas pela oposição. O petista tentou desequilibrar os adversários, criticando os salários da educação, nas administrações do prefeito Vagner Sales (PMDB), em Cruzeiro do Sul.
Bittar disse que estaria disputando o cargo de governador do Acre, não o de prefeito de Cruzeiro do Sul ou governador de outros estados citados por Viana. Bittar questionou que os petistas só consideravam as pessoas se elas estivessem apoiando suas administrações, citando críticas pessoas que Gladson Cameli teria recebido dos candidatos da FPA.
Rocha ousou e criticou todos os adversários
O candidato Antônio Rocha, que esteve apagado nos primeiros blocos, acordou no terceiro bloco. Ele fez criticas veladas ao governador Sebastião pelos ataques aos adversários. Rocha pediu que os eleitores refletissem sobre “homens de bem que se dilaceram em disputas políticas. Eleitor, não deixe se levar, como se a política fosse um carnaval”.
A estratégia de isolar Sebastião Viana, não permitiu que os candidatos de oposição colocassem o petista contra a parede. Mesmo fazendo de deforma repetitiva as perguntas sobre temas como saúde, segurança, educação, problemas técnicos das obras do Ruas do Povo e supostos atos de corrupção no governo, a fragilidade dos argumentos dos candidatos ficaram evidentes.
O histórico de supostos atos de violência e estupro, de membros do primeiro escalão também foi lembrado durante o debate. Sebastião Viana e Márcio Bittar trocaram acusações no final do terceiro bloco. Viana disse que Bittar é quem estaria acompanhado de pessoas que cometeram diversos crimes. O tucano e o petista também se alfinetaram por “pegadinhas” nas perguntas.
Os candidatos de oposição ainda tentaram colocar Sebastião Viana em uma situação desconfortável ao questionar o endividamento do Estado. Bocalom e Rocha pediram uma auditoria para saber qual o real valor da dívida contraída pela atual administração. Bocalom disse ainda que Viana teria quebrado a previdência do Estado, que teria uma dívida astronômica de R$ 7 bilhões.
Os candidatos Márcio Bittar, Tião Bocalom e Antônio Rocha apresentaram os seus discursos e suas propostas. Eles garantem que podem fazer uma gestão muito melhor do que Sebastião Viana. O atual governador não apresentou propostas. Viana fez o suficiente para se defender das investidas dos oposicionistas, destacando o trabalho que fez em sua administração.
As pessoas que esperavam que os candidatos de oposição tirassem alguma carta da manga e surpreendesse o líder das pesquisas, com algum fato novo, se decepcionaram. Os candidatos não conseguiram se aprofundar em suas propostas. O debate não diferiu dos demais, situação e oposição ocuparam grande parte do tempo que seria para apresentar propostas, trocando farpas.

PREFEITO RODRIGO DAMASCENO REÚNE E APRESENTA CANDIDATAS DO CONCURSO DE MISS TARAUACÁ, QUE SERÁ REALIZADO NA EXPOACRE TARAUACÁ


A Prefeitura de Tarauacá, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, está realizando desde o inicio da semana passada ensaios, confecção de roupas e acessórios para as candidatas a Miss Tarauacá 2014, que vai acontecer durante a Expoacre Tarauacá, começando o primeiro desfile de apresentação para a sociedade, na próxima quarta-feira, 01, a partir das 22 horas. O resultado só será divulgado na noite de quinta-feira, 02.

O prefeito Rodrigo Damasceno, acompanhado do secretário de cultura, esporte e turismo, João Maciel reuniu com as candidatas no teatro José Potiguara, onde está sendo realizado os ensaios. Rodrigo Damasceno falou sobre evento de beleza na cidade. “Precisamos mostrar que nossa cidade é repleta de mulheres bonitas. Tarauacá é conhecida como a cidade da Mulher Bonita, por isso, vamos aproveitar essa oportunidade para mostrar a beleza das mulheres Tarauacaenses”, disse.

                          

“Estou recebendo todo apoio e influência da minha família. Estou me esforçando ao máximo para representar bonito a nossa cidade neste evento de beleza que é de grande importância para o nosso município”, disse a candidata Daila Farias.
Clarisse Machado
Rhanna Viana
Mikaele Souza
Érica Torres
Diêisa Figueiredo
Janaína Santos
Jheniffer Oliveira
Flávia Costa
Marieta Sombra

18 governadores tentam a reeleição, mas só 8 aparecem com favoritos

Fernando Rodrigues


E apenas 3 dos 18 que buscam mais um mandato têm chances de vencer no 1º turno
PMDB é o partido com mais candidatos competitivos nos Estados e lidera as disputas
A eleição de 2014 tem sido dura para políticos que buscam a reeleição para o cargo de governador. Dos 27 governadores atuais, 18 estão tentando ganhar mais quatro anos, mas apenas 8 deles aparecem como favoritos.
Entre os 8 que estão à frente nas pesquisas, só 3 governadores têm chances mais claras de vencer a disputa já no 1º turno de 5 de outubro: Tião Viana (PT-AC), Raimundo Colombo (PSD-SC) e Geraldo Alckmin (PSDB-SP).
A tendência é que a maioria dos demais governadores enfrente uma disputa de 2º turno. Vários hoje estão em segundo lugar nas pesquisas e parecem vítimas do vento de mudança na política que foi expressado nas manifestações de rua de junho de 2013.
A tabela ao final deste post lista todos os últimos levantamentos de intenção de voto disponíveis.
Mas a eleição de 2014 é cheia de contradições. Apesar dessa dificuldade de muitos governadores para conquistar mais quatro anos de mandato, quando se observa o quadro de candidaturas nota-se que o tradicional PMDB é o partido com maior número de nomes competitivos –nove, segundo as pesquisas mais recentes.
Hoje, os peemedebistas governam sete Estados. Se todos os seus candidatos agora confirmarem nas urnas o favoritismo mostrado nas pesquisas, o PMDB comandará nove unidades da Federação em 2015. Pularia de 25,7 milhões de eleitores governados para 35,3 milhões. Eis um resumo do que mostram as pesquisas hoje (clique na imagem para ampliá-la):
Governadores-2015
Em termos econômicos, como se observa na tabela acima, o PMDB está hoje à frente de Estados cujo PIB (Produto Interno Bruto) somado é de R$ 713 bilhões. Em 2015, confirmadas as pesquisas, os peemedebistas comandariam R$ 909 bilhões.
PT e PSDB têm seis candidatos competitivos a governador cada um. Como os tucanos estão no governo de São Paulo e tendem a manter o Estado, dada a condição de favorito de Geraldo Alckmin, o PSDB deve continuar sendo a legenda com mais eleitores governados em 2015 –serão 53,4 milhões. O PT, se tiver sucesso com todos os seus nomes à frente nas pesquisas, vai governar 34,6 milhões de eleitores.
As pesquisas disponíveis nas 27 unidades da Federação também mostram que o eleitor está preferindo levar a maior parte dos confrontos para o segundo turno.
A uma semana do dia da eleição, só em seis Estados as disputas parecem encaminhadas para uma definição já em 5 de outubro: Acre, Maranhão, Piauí, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins. Nessas localidades, o primeiro colocado tem uma taxa de intenção de votos que supera, com folga, a soma de todos os adversários.
Se apenas esses seis Estados liquidarem a disputa no primeiro turno, 2014 vai se tornar o ano com mais eleições de governadores sendo levadas para a rodada final desde 1990, quando essa regra de duas votações foi adotada.
As pesquisas disponíveis no momento mostram que há quatro Estados nos quais também existe a chance de a eleição de governador acabar já em 5 de outubro: Alagoas, Bahia, Mato Grosso e Pernambuco. Nessas disputas, entretanto, embora os líderes tenham uma vantagem sobre a soma dos demais, a diferença que os coloca à frente é bem próxima do limite da margem de erro dos levantamentos. Seria arriscado concluir que tudo pode ser liquidado no primeiro turno.
Mas ainda que se confirmem as vantagens dos líderes também nesses quatro Estados com eleições acirradas, o número de decisões no primeiro turno iria apenas a dez –ficando próximo do recorde mínimo de nove, registrado em 1994.
A seguir, a situação das disputas de governadores nas 27 unidades da Federação (clique na imagem para ampliá-la):
Governadores-27disputas
O blog está no Twitter e no Facebook.

VT EXPOACRE TARAUACÁ OFICIAL

A pesquisa CNT/MDA divulgada hoje (29) mostra a presidenta Dilma a frente dos demais candidatos.
No 1º turno, Dilma aparece com 40,4% das intenções de voto, seguida de Marina Silva (PSB), com 25,2%, e do candidato Aécio Neves (PSDB), com 19,8%.
Na simulação de 2º turno, Dilma lidera com 47,7% da preferência, contra 38,7% para Marina.
A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro, com 2002 eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o registro foi feito no TSE sob o código BR-00892/2014.
Fonte: blog da Dilma

DILMA DOMINA O DEBATE COM FIRMEZA E PROPOSTAS CLARAS

Por: Equipe Dilma Rousseff - 

Dilma participou neste domingo (28) de mais um debate entre os candidatos à Presidência da República. Desta vez na TV Record, Dilma voltou a apresentar propostas concretas e sólidas para um segundo mandato. A postura firme e a clareza das propostas da presidenta dominaram o debate, em contraste à confusão de ideias vagas e ataques dos adversários.

Logo na chegada, ela destacou o quanto valoriza a expressão democrática do debate. “No debate é que você pode apresentar as suas propostas e dar ao eleitor a oportunidade de confrontar todas as propostas”, disse Dilma. “Nós vivemos numa democracia que está se consolidando cada vez mais, então, vamos aprofundar o debate, ter um debate propositivo”.

E foi exatamente o que ela fez. Ao longo de todo o programa, a presidenta respeitou o eleitor brasileiro, trazendo questões pertinentes e, acima de tudo, trazendo propostas concretas e objetivas.

PREVIDÊNCIA
Na abertura do debate, ao falar sobre Previdência Social, Dilma apontou o crescimento da cobertura, com mais brasileiros sendo atendidos com o direito à aposentadoria.

“Aumentamos muito a cobertura previdenciária no Brasil: passamos de 37 milhões de pessoas para quase 67 milhões. São mais 30 milhões de brasileiros que passaram a ter cobertura do INSS. Isso significa que houve aumento do emprego e da formalização do trabalho”.

A presidenta disse ainda que, hoje, 67% dos aposentados que estão na faixa de benefícios de um salário mínimo, tiveram aumento real (acima da inflação) de 71% nas suas aposentadorias de 2003 até 2014. “É muito importante assegurar esse que é um dos maiores patrimônios do povo brasileiro: o direito à previdência”, afirmou.

CPMF
Dilma perguntou diretamente a Marina Silva sobre suas declarações a respeito de ter votado a favor da CPMF, apesar de, na verdade, ter votado contra. “Governar requer firmeza, coragem, posições claras e atitude firme. Não dá para improvisar”, disse Dilma.

IMPUNIDADE
Esta semana, Dilma apresentou uma série de cinco propostas concretas para combater a corrupção e a impunidade. E, no debate, falou sobre isso. “Ao longo da minha vida tenho tido tolerância zero com a corrupção. Não varro nada para debaixo do tapete”, disse ao responder a pergunta da jornalista Christina Lemos.CLIQUE AQUI PARA CONHECER AS PROPOSTAS DE DILMA CONTRA A IMPUNIDADE.

Ao defender a autonomia do trabalho investigativo das polícias e da Justiça, Dilma lembrou que seu governo vem descobrindo e combatendo com firmeza a corrupção. E citou como exemplo o caso mais recente da Petrobras: “Dei autonomia à Policia Federal para prender o senhor Paulo Roberto [Costa] e os doleiros todos, o que não acontecia nos governos anteriores [do PSDB]. Defendo a apuração da corrupção para fortalecer a Petrobras, e não para enfraquecê-la, tornando álibi de uma privatização”, comparou a presidenta.

SEGURANÇA
A proposta de integração das forças de segurança do Brasil foi detalhada por Dilma durante o debate. Essa proposta aproveita a bem sucedida iniciativa usada durante a Copa do Mundo, integrando as polícias estaduais e federal, com apoio do Exército Brasileiro.

“Pretendo mudar as regras jurídicas de forma que o Governo Federal possa atuar no combate ao crime. Esse combate é essencial. O crime atua coordenadamente, enquanto as forças de Segurança atuam de forma desorganizada. O Governo Federal quer modificar esse quadro criando centros de Comando em cada estado. Só assim combateremos o crime organizado”, disse Dilma.

 Confira aqui a segunda tela exibida durante o debate.

TARAUACÁ: PREFEITURA E GOVERNO DO ESTADO DECIDEM REALIZAR FEIRA AGROPECUÁRIA DENTRO DO ESTÁDIO E A POLÊMICA ESTÁ FORMADA NO MUNICÍPIO.

Arena de rodeio sento instalada no gramado do Naborzão
Muita polêmica em Tarauacá, por conta da decisão de Prefeitura e do Governo do Estado em realizarem a feira agropecuária Expo-Tarauacá, dendro do estádio Naborzão. É que o estádio está fechado há cinco anos para receber uma reforma, ainda não foi inaugurado e o gramado do campo de futebol será transformado em Arena de Rodeio. O debate ganhou as redes sociais e principalmente a comunidade esportiva do município.

Janaina Furtado
A vereadora Janaina Furtado foi a primeira a se manifestar contrária á utilização do campo de futebol para rodeio. 

Veja o que ela disse

"Acabo de visitar o Estádio Naborzão de Tarauacá. Fui lá para ter a certeza das denúncias que recebi sobre o uso do mesmo como espaço para realização da Expo-Tarauacá. Muito difícil entender as razões que levam a Prefeitura e o Governo do Estado a usar o Estádio de Futebol do Município para realizar a feira. O Estádio, que está fechado há cinco anos para uma reforma interminável, que poderia muito bem ser inaugurado com uma grande partida de futebol, vai se transformar numa arena de rodeio, shows musicais, praça de alimentação, bares e parque de exposição. Se o gramado ainda não oferece condições de jogo imaginem como vai ficar depois disso tudo. Acho que a prefeitura poderia muito bem usar outras estruturas e não o estádio. Nenhum prefeito teve essa coragem. As festas do município sempre foram realizadas em outros locais. As comemorações do centenário da cidade, por exemplo, foram realizadas na praça da municipal. Nada contra a realização da feira (Expo-Tarauacá) que vai gerar negócios, aquecer a economia e divertir o povo da nossa cidade. Mas, não precisava ser dentro do estádio e muito menos usar o campo de futebol que ainda nem está pronto para receber os atletas. Estou indignada e vou propor para o presidente da Câmara Manoel Monteiro, que é desportista, para que nós vereadores possamos tomar providências e não permitirmos que isso aconteça. Se for necessário vamos ao Ministério Público".

Prefeito Rodrigo Damsceno
Já o prefeito Rodrigo Damasceno relatou as razões da decisão: "Hoje algumas pessoas me procuraram preocupados com o fato da ExpoAcre Tarauacá vir a ser realizada no Estádio. Primeiro vou colocar os Motivos para ser lá: ‪#‎Segurança‬ - o local oferece isolamento adequado o que facilita atuação dos nossos agentes de segurança, policia militar e bombeiros; ‪#‎Rodeio‬ junto com o Show Musical - todos iremos vê um show mais bonito ainda do que foi a nossa festa do Centenário - Garanto a todos que teremos o maior espetáculo que Tarauacá já viu; ‪#‎Risco‬ de chuva - Hoje testamos a drenagem do estádio - Está perfeita e isto garante mesmo que tenha chuva nos dias do Show teremos a qualidade do evento!!!
# Concentração dos expositores e público sem prejudicar o Transito de Tarauacá; Também tive uma preocupação sobre os riscos ao gramado do estádio e para isso entrei em contato com o rapaz responsável pela grama que garantiu que não teríamos nenhum dano e vamos proteger o gramado onde teremos a apresentação de rodeio! E aos amigos do Esporte nossa seleção de Master joga amanhã a semifinal do campeonato Acreano e vamos torcer juntos para que chegue na final e caso isso ocorra já garantimos que o jogo acontecerá no dia 7 de Outubro com casa cheia e festa bonita no nosso Estádio de Tarauacá!!! Vamos preparar nossos Corações para a Grande Festa que Tarauacá terá nesses próximos dias!!! Saibam que estamos tomando todos os cuidados para que seja o Sucesso que todos nós queremos".
Fonte:blog do accioly

28/09/14

TARAUACÁ: CIRURGIÃO DENTISTA ATENDE EM NOSSA CIDADE


O cirurgião dentista Natan estará atendendo em Tarauacá no consultório do Dr. Chicão de segunda a sexta de 8 as 14h. Aos sábados de 8 as 18h.

Agende sua consulta: 

Contato (68)9962-8267 - 9925-2413 

TARAUACÁ: Ambulância do Samu que atende o município capota às margens da BR-364, no Juruá

Na tarde deste sábado(27) a ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de número 14 que atende o município de Tarauacá capotou às margens da BR-364, em Cruzeiro do Sul. O veiculo ficou parcialmente destruído.
De acordo com testemunhas, não houve nenhuma vitima fatal. Segundo informações extraoficiais, o pivô do veiculo quebrou enquanto ele estava em movimento.

O servidor do Samu que estava na ambulância disse que não iria se identificar. Ele afirmou que processaria a imprensa caso o fato fosse noticiado.

Fonte http://www.ac24horas.com/

Homem é executado com dois tiros no Bairro 6 de Agosto

Mais um homicídio foi registrado na noite desta sexta-feira, 26. Aramis Santos Souza, 34 anos, foi executado com dois tiros. O crime aconteceu na rua Cearense, no Bairro 6 de Agosto, em Rio Branco.
Segundo informações repassadas a polícia, quem teria cometido o crime seria um homem conhecido como João Carlos. Tudo teria acontecido quando o acusado ia passando de motocicleta pela a rua aonde se encontrava a vítima e, após uma discussão, ele teria ido até a sua casa que fica na mesma rua, pego uma arma e disparado três tiros,
unnamed
Após o crime, o acusado se evadiu do local tomando rumo ignorado.
Uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, foi acionada, mas ao chegar no local nada pode fazer, a vítima já estava sem vida.
Policiais Militares do 2º Batalhão estiveram no local isolaram a área para o trabalho dos peritos criminais, e em seguida colheram informações e saíram em busca do acusado.
O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal – IML, para os devidos procedimentos.
Davi Sahid, da redação ac24horas Rio Branco, AC

26/09/14

Contra Marina, ala tradicional quer manter controle do PSB


O PSB marcou reunião para a próxima segunda-feira, dia 29, a fim de eleger a nova direção partidária por mais três anos. São contra a seção de Pernambuco, que era comandada por Eduardo Campos, e o candidato a vice-presidente de Marina SilvaBeto Albuquerque. Mas prevaleceu a posição de Roberto Amaral, que sucedeu Campos na presidência do partido após a tragédia de 13 de agosto.
Eduardo Campos tinha o controle total do PSB havia muito tempo. Em 2010, impediu a então candidatura presidencial de Ciro Gomes para apoiar a eleição de Dilma Rousseff, do PT. Em 2014, construiu um projeto presidencial incontestável na sigla. Sua morte abriu um vácuo de poder no PSB.
Roberto Amaral assumiu a presidência temporariamente. Agora o grupo de Amaral, que reúne figuras tradicionais do PSB, quer realizar uma eleição interna a fim de consolidar o seu poder contra a ala pernambucana e contra a crescente força de Marina no partido, sobretudo se ela for eleita presidente da República.
Marina se filiou ao PSB de forma temporária. Foi uma filiação democrática, como disse Campos em outubro do ano passado, quando aceitou o grupo que tentou criar a Rede Sustentabilidade e não conseguiu. Há uma desconfiança de setores mais tradicionais do partido em relação a Marina. Roberto Amaral, por exemplo, discorda das propostas mais ortodoxas que auxiliares da ex-senadora têm feito, como um forte ajuste fiscal ou a independência do Banco Central.
Quem está convocando a reunião é o grupo de Amaral, que quer continuar como presidente da sigla, e deCarlos Siqueira, secretário-geral do PSB que abandonou a campanha de Marina no dia em que ela foi oficializada candidata do partido. Como raramente alguém convoca uma reunião para perder, a chance de vitória de Amaral e de Siqueira é alta. O grupo avalia ser um risco adiar a eleição interna para dezembro. Se Marina for eleita presidente, ela terá bastante poder para enfrentar Amaral e Siqueira. Para tentar agradar Marina, esse grupo quer lhe dedicar o título de “militante honorária” do PSB.
Há também outros quadros do PSB que podem sair vitoriosos nas eleições, fazendo contraponto ao setor que ocupa a atual máquina. Em Pernambuco, Paulo Câmara tem chance de vencer a eleição para o governo do Estado. Rodrigo Rollemberg está liderando a eleição no Distrito Federal. Beto Albuquerque, vice de Marina, ficaria mais forte se eleito junto com ela.
O grupo de Pernambuco, com respaldo de Marina, quer colocar Geraldo Júlio, prefeito de Recife, no posto de presidente do partido. Esse grupo se diz herdeiro de Campos e quer jogar a disputa interna para depois das eleições. Mas adiantar a disputa, realizando-a antes do primeiro turno, favorece a ala que que pretende manter o controle da máquina e do dinheiro do partido.
Num eventual governo Marina, controlar a direção do partido ao qual ela está filiada seria uma posição importante de poder. É a primeira disputa de poder partidário já levando em conta um eventual governo da candidata do PSB. 
Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:
Postado por: DANIELA MARTINS
http://www.blogdokennedy.com.br/

1,7 milhão de famílias já deixaram o programa de apoio ao cidadão de baixa renda voluntariamente

A digitadora Ana Paula Bezerra, 26 anos, devolveu o seu cartão do programa de apoio ao cidadão de baixa renda no dia 22 de julho de 2014. “Graças a Deus, não preciso mais. Quero que outra família seja atendida no meu lugar”, comemora. Ana Paula representa uma das 1,7 milhões de famílias que deixaram voluntariamente de receber o benefício desde 2003, segundo levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). O abandono se dá, principalmente, pela melhoria de renda dos beneficiários. Há, ainda, mais 1 milhão de famílias que abandonaram o programa sem informar o motivo.
Beneficiarios_deixam_Bolsa_Familia_voluntariamente
Ana Paula vive em Guamaré (RN) com seu marido, Josenílson, e dois filhos. Estavam desempregados quando se inscreveram no programa, há cinco anos. No início, receberam R$ 90,00. Quando o filho mais velho, Samuel, foi para a escolinha, o benefício aumentou para R$ 112,00. A última parcela recebida foi de R$ 147,00. Hoje, a família não recebe nada, e está feliz com isso. Ana Paula tem um emprego na unidade de saúde da prefeitura, onde ganha R$ 780,00. O marido, técnico em eletricidade, também está empregado e recebe R$ 2.500,00. A família mora em uma casa de dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O próximo passo do casal é comprar um carro.
Para Ana Paula, o programa foi importante para a melhoria de vida da sua família. “A gente estava sem emprego e o dinheiro ajudou muito. Como conseguimos trabalhar e nossa vida mudou, achei justo devolver o cartão. Não ia passar para outra pessoa receber. Preferi ir ao Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e entregar para o Caio, que trabalha lá. Graças a Deus não preciso mais. Tomara que as pessoas que estão desempregadas ou ganhem pouco tenham a mesma ajuda”.
Melhoria na renda
No Brasil, 75% dos beneficiários do programa de apoio ao cidadão de baixa renda, com mais de 18 anos, trabalham ou estão procurando trabalho. Atualmente, o programa atende a quase 50 milhões de pessoas, o que corresponde a mais de 13,9 milhões de famílias. Do total de beneficiários, 42% possuem menos de 18 anos.

Desde 2011, o programa reforçou sua focalização nas pessoas extremamente pobres. Por conta disso, 22 milhões de pessoas saíram da situação de miséria sob a ótica da renda, superando o patamar de R$ 77 per capita por mês. Além disso, também foram ampliadas as ações de inclusão produtiva e ampliação de acesso a serviços públicos.
Capacitação e empreendedorismo
Uma quantidade expressiva de beneficiados também tem investido na qualificação profissional. Por meio do programa de capacitação técnica já foram registradas mais de 1,43 milhão de matrículas em 3,5 mil municípios. São oferecidos mais de 600 cursos de qualificação profissional destinados também aos integrantes do cadastro único para programas sociais do governo federal que estão inseridos no plano de erradicação da miséria.

As medidas de inclusão produtiva dos beneficiários do programa também incluem operações de microcrédito produtivo orientado. Até abril de 2014, foram registradas 3,2 milhões de operações voltadas ao fortalecimento de pequenos negócios e empreendimentos. Além disso, os beneficiários também buscaram a formalização como Microempreendedor Individual. Nessa modalidade, segundo o MDS, foram 406 mil inscrições. Na área rural, 66,6 mil beneficiários do programa de apoio ao cidadão de baixa renda, entre extrativistas, assentados e ribeirinhos, participam do programa Bolsa Verde, em que recebem recursos e participam de cursos de capacitação para continuar produzindo, ao mesmo tempo em que garantem a conservação do meio ambiente por meio do manejo sustentável.